PRIMEIRA CASA PAROQUIAL

No dia 5 de junho de 1929, o Monsenhor José Tibúrcio, adquiriu o prédio situado à Rua Afonso campos n.º 278. A casa passou a ser a residência do Vigário da Matriz. Foi comprada e registrada em nome da Diocese da Paraíba, por não ter ainda personalidade jurídica a futura Mitra Diocesana de Campina Grande ? (Livro de Tombo, N.º 2, Fls. 9 e 9v).

SEGUNDA CASA PAROQUIAL

No ano de 1951, o Vigário Mariano alienou o prédio da Rua Afonso Campos n.º 278 que servia desde 5 de junho de 1929 para residência paroquial (Livro de Tombo, n.º 2, Fls. 9 e 9v). Com a importância desta operação financeira, o Vigário Mariano construiu a nova residência paroquial, que fica atrás da catedral, com a frente para a Rua Dr. Bento Viana, n.º 82. Trata-se de uma residência com a vantagem de possuir comunicação direta com a Catedral.