Aprovado processo de canonização de sacerdote de Barretos

O bispo da Diocese de Barretos, Dom Milton Kenan Júnior, recebeu na sexta-feira, 8, da Cúria Romana o “nihil obstat” (Nada Consta) para abertura da causa de beatificação e canonização do Padre André Bortolameotti. Os fiéis e o clero da Diocese celebraram a notícia.

Membro da Congregação de Jesus Sacerdote, de origem italiana, Padre André viveu por muitos anos no Brasil; e faleceu em 2010, aos 90 anos. Era responsável pela Paróquia Santuário Nossa Senhora do Rosário, na qual deixou sua marca com seus trabalhos pastorais, em Barretos.

“Nas próximas semanas iremos instalar o Tribunal Diocesano e a Comissão Histórica para o início dos trabalhos”, escreveu o Dom Milton em um comunicado ao clero diocesano.

Dom Milton enfatizou que será fundamental nesse processo de beatificação e canonização, a oração de todos pedindo a intervenção do Padre André. “Já temos inclusive relatos de curas por intercessão dele”, disse.

Entre os legados do Padre André está a construção da Casa de Apoio Madre Paulina, que atualmente recebe e acolhe centenas de pacientes e acompanhantes do Hospital de Câncer de Barretos.

Fonte: Canção Nova