Vaticano: Papa cria autoridade anticorrupção para a Santa Sé

O Papa Francisco criou uma autoridade anticorrupção para a Santa Sé, anunciou o Vaticano, este sábado.

A entidade é apresentada no parágrafo 3 do Artigo I do novo estatuto do gabinete do auditor geral, ligado ao Conselho para a Economia, que é agora apresentado como “autoridade anticorrupção” segundo a Convenção de Mérida (Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, adotada pela Assembleia Geral em 31 de outubro de 2003), em vigor para a Santa Sé desde 19 de outubro de 2016.

Andrea Tornielli, diretor editorial da Secretaria para a Comunicação do Vaticano, destaca, em nota explicativa, o reforço das funções do auditor, cargo exercido de forma interina por Alessandro Cassinis Righini.

O auditor geral passa a ter autoridade para aceder, sem qualquer impedimento, a “informações e documentos de natureza económica ou administrativa necessários para a realização da auditoria”.

Este responsável deve informar o Conselho para a Economia, a Autoridade de Informação Financeira e a Autoridade Judiciária do Estado da Cidade do Vaticano competente em caso de identificar algum crime, no decurso da própria atividade.

Agencia Ecclesia