Comissão Nacional de Presbíteros realiza reunião ampliada

De 23 a 26 de julho, as Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília (DF) recebe a Comissão Nacional de Presbíteros (CNP) para a sua reunião ampliada. Participam da iniciativa além do bispo referencial da Comissão, dom Juarez Sousa da Silva, os presidentes dos regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que atuam na Comissão, além do presidente, vice e secretário da mesma.



O encontro é assessorado pelo padre Rosimar José de Lima Dias, da arquidiocese de Cuiabá e Doutor em Psicologia. À luz da temática principal “Saúde Psíquica do Presbítero: Um desafio do ministério Presbiteral”, os representantes debaterão ao longo dos dias sobre diversos assuntos, tais como saúde mental, síndrome de Burnout, depressão, suicídio dos presbíteros e psicologia positiva.

Segundo dom Juarez, a ideia do encontro é trazer justamente a questão do cuidado com o presbítero e consigo mesmo. “O padre é aquele que é preparado para servir, ajudar a comunidade a se santificar e a levar para o céu. As vezes diante de tantos desafios que esse trabalho traz pode trazer uma certa desilusão, um certo esvaziamento, um certo estresse e a gente quer cuidar dos nossos padres bem para que eles possam cuidar do povo de Deus”, afirma o bispo.

Ainda de acordo com ele, é importante salientar a questão para que os padres possam ter mais disponibilidade para o fazer o bem. “Aqui estamos vendo essa questão do cuidado não no sentido de autopreservação, mas no sentido do cuidado com a espiritualidade e com o nosso ser para que a gente possa ter mais disponibilidade para fazer o bem, uma vez que a nossa vida é serviço, serviço ao povo de Deus”, finalizou bispo.

Desafios do ministério presbiteral – De acordo com padre Rosimar, assessor do encontro, a saúde psíquica do presbítero é mais um dos desafios do ministério na atualidade. O assunto foi inclusive trabalhado por ele em sua pesquisa de doutorado. “Eu coletei uma amostra enquanto fazia o doutorado nos Estados Unidos com mais de 200 padres, é uma amostra aleatória sobre a Síndrome de Burnout, sobre traços de personalidade, mas também trazendo a temática da depressão, sobretudo considerando os casos de suicídio”, esclarece.

Padre Rosimar conta que atualmente os casos de suicídio tem se tornado uma pandemia em meio a sociedade em geral e que com relação aos presbíteros não é diferente. “Aqui estamos tentando olhar um pouco para aquilo que é a realidade humana, nós somos humanos, não somos anjos e precisamos cuidar de nós mesmos, porque se nós não somos seres humanos que estamos vivendo com certo equilíbrio, nós seremos incapazes de servir bem àquilo que o Senhor nos chama“, diz.

CNBB