Vaticano: Igreja Católica atualiza orientações sobre a Ordem das Virgens

O Vaticano publicou hoje um conjunto de orientações para a Ordem das Virgens, primeiro documento da Santa Sé que aprofunda e disciplina esta forma especial de vida consagrada, dedicada às mulheres.

O texto ‘Ecclesia Sponsae Imago’ abre caminho para as celebrações do 50.º aniversário do decreto com o rito da consagração (31 de maio de 1970), que inclui um encontro mundial em 2020.

O cardeal João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, apresentou a nova instrução à imprensa, sublinhando que a mesma “quer ajudar a descobrir a beleza desta vocação, e contribuir para mostrar a beleza do Senhor que transfigura a vida de tantas mulheres, diariamente”.

As virgens consagradas estão presentes em todos os continentes e oferecem o seu testemunho de vida “em todos os âmbitos da sociedade e da Igreja”.

Em 2016, durante o Ano da Vida Consagrada, estimou-se a presença de mais de cinco mil virgens consagradas no mundo; esta é uma expressão particular de vida consagrada, que refloresceu na Igreja depois do Concílio Vaticano II.

A consagração pública e solene acontece perante o bispo diocesano, mediante um rito litúrgico que apresenta a mulher consagrada como ‘sponsa Christi’, imagem da Igreja esposa, e remonta aos primeiros séculos do Cristianismo.
Agencia Ecclesia