Celebração da Vigilia Pascal na Catedral de Campina Grande - fotos: Pascom Catedral. COMPARTILHE!

Vigília Pascal é marcada por emoção e renovação da fé para centenas de fiéis presentes na Catedral Diocesana

A Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição celebrou na noite desse sábado, 15, a Vigília Pascal. A Missa foi presidida pelo Arcebispo eleito da Paraíba, Dom Manoel Delson, pelo Pároco Luciano Guedes e pelo Vigário Van Victor.

A leitura da Palavra, por ocasião da Vigília Pascal, foi composta por quatro reflexões. Na primeira leitura sobre o livro do Gênesis entendemos como Deus Criou o mundo e todas as criaturas existentes, fazendo do homem sua imagem e semelhança. Em uma segunda leitura, ainda do livro do Gênesis, conhecemos a prova que Deus aplicou sobre a fé de Abraão, que pediu para que sacrificasse seu único filho, Isaac. Daí compreendemos a dimensão da obediência de Abraão à Deus.

Na leitura do livro do Êxodo conhecemos a marcha dos filhos de Israel pela busca da libertação dos domínios egípcios, povos esses que estavam escravizados, e Moisés, ao comando de Deus, os libertou das amarras dos egípcios. Na última leitura ouvimos sobre a carta de São Paulo aos Romanos que descreve o sentido do Batismo, o significado desse sacramento que feito em Jesus, nos torna assim como Cristo, um ressuscitando para uma vida nova.

O Evangelho de Mateus nos revelou, como o anjo do Senhor avisou a Maria Madalena e a outra Maria sobre a ressurreição de Jesus. Momento que encheu de alegria as mulheres e os discípulos. Cumprindo-se assim, o que Cristo já havia anunciado.

Na homilia, o Arcebispo Eleito Dom Delson iniciou seu discurso com a frase: Alegrai-vos no Senhor! Essa é a noite da nossa grande alegria. Deixando claro que Deus faz maravilhas do nada, assim como a aliança traçada entre Deus e Abraão fincada na confiança, esse é um momento de renovação da nossa fé. "Deus foi agindo ao longo da história, enviando seus profetas e criando alianças para realizar seus planos de amor na vida do seu povo. A ressurreição de Jesus é o símbolo definitivo de Deus, Fonte eterna de vida" completou Dom Delson.

A Vigília Pascal, para além da continuação da trajetória da morte de Jesus, detém o poder de renovar nossas forças diante de todas as aprovações que enfrentamos ao longo desse período quaresmal. Deus nos faz nova criatura, transformando tudo em graça. Que possamos, a partir desse momento Pascal, confiar naquele que criou o mundo e enviou seu filho para entregar-se por nós.

Na ocasião foram batizados quatro jovens: Airlla Souza, Luís Flávio da Silva, Mércio Francklin e Washington Almeida. Com o sacramento do Batismo sobre cada um deles, toda a igreja presente assumiu o compromisso de caminhar na fé católica, lutando pela caridade e pelo amor. O reflexo mais puro da fé é humanizar a cada um, seguindo os ensinamentos que o Senhor nos deixou.

A lição que herdamos de todo esse período de reflexão, em especial depois da Vigília Pascal, é que independente das tormentas que enfretamos, Deus estava ao nosso lado, alimentar a fé no Criador é um tarefa árdua que exige renúncia aos nossos vícios, autocrítica para modificarmos nossa visão sobre o mundo, e principalmente, enxergar no nosso semelhante o Jesus ressuscitado. Assim, conseguiremos viver uma verdadeira Páscoa.

 

Texto : Fernando Nascimento (Pascom Catedral)
Fotos: Pascom Catedral